Como usar o site e redes sociais para minha empresa ou carreira?

A boa notícia é que a Internet é um território cada vez mais rico para quem quer construir ou melhorar sua carreira ou posição comercial.

A má notícia é que não basta mais ter um site com “Nossos serviços” ou “Quem sou eu” e além do site devemos prestar atenção ao que está acontecendo com nossos nomes nas redes sociais online.

É claro que não existe uma fórmula do tipo “Faça um blog em seu site” ou “Divulgue seus serviços no Twitter”. Cada caso naturalmente deve ser estudado separadamente.

No entanto há certas características inatas a cada ambiente.

Site

Ele é um espaço totalmente seu onde você faz as regras. É sua casa, seu balcão, a recepção dos seus clientes e onde você fala por você mesmo. É a sua voz.

É bom lembrar que as regras sociais estão mudando e compartilhar conhecimento é uma forma muito eficaz de construir reputação. O Dráuzio Varella é um bom exemplo.

Para ter um site rico em conteúdo basta publicar um artigo ou dois por semana e em pouco tempo você terá um bom acervo de conhecimento, mas pense sempre nas necessidades e interesses do seu público alvo.

Twitter

Esse é um espaço mais informal, bastante focado em informações e interação. Ele é ótimo para criar proximidade, mas empresas devem usá-lo com cuidado.

Se o plano for interagir deve-se estar pronto para ter senso de humor e disposição para manter a interação e, caso você decida por um comportamento surdo deixe isso bem claro na sessão “Bio”.

Facebook

Um dos segredos do seu sucesso (ele passou o google.com nos EUA ocupando o lugar de site mais acessado) é oferecer um universo de possiblidades indo desde o botão Like que está se espalhando para sites fora do FB até a criação de páginas para fãs, grupos e causas.

É uma rede menos interativa e informativa que o Twitter, mas essas características também estão lá.

Uma boa forma de usá-lo é criando uma página para o seu negócio onde você poderá publicar fotos, novidades, agendas de eventos e permitir a interação entre as pessoas que orbitam a sua marca.

Tumblr, Youtube, Videolog, o universo e tudo mais

Existem literalmente milhares de redes sociais online. Você pode habitar algumas dentro das suas capacidades de gerenciamento, o Youtube ou o Videolog são praticamente obrigatórias, mas e quanto às outras?

Você provavelmente está lá sendo comentado por pessoas que te conhecem. Uma boa estratégia é criar contas em todas elas e informar algo como “Criamos esse perfil para você nos encontrar mais facilmente, mas as redes que realmente frequentamos estão em meudominio.com.br/dna_online”

Regras de comportamento

Todos os dias vemos declarações assustadas sobre o caos da Internet e como as pessoas não respeitam a propriedade intelectual e a imagem alheia.

Isso dá a impressão de que não há regras morais online.

Bem, para algumas pessoas, nós incluídos, o que estamos assistindo realmente é o surgimento de novos princípios de moral onde, por exemplo, toda cultura deve pertencer à humanidade ser livremente compartilhada.

Essa nova moral não está sendo criada pela Internet, é um movimento antigo da humanidade. A liberdade de expressão com certeza é a raiz do aparente desrespeito com a imagem alheia.

Se compreendemos a nova moral que está se delineando somos capazes de interagir em harmonia com as chamadas geracões Y, Z e C (de conectados).

Conclusão e créditos

Se você for capaz de compreender as mudanças sociais, morais, culturais, econômicas e políticas que estão causando o aparente caos online você será capaz de enxergar a ordem que vem se consolidando e quanto mais cedo você fizer isso, melhor.

Esse artigo foi inspirado pelo workshop da Biattrix do Inovattrix, uma empresa especializada em consultoria de Marketing Aplicado a Grupos Intensamente Conectados.

Naturalmente esse artigo não esgota o tema, ele mal o arranha e tem o objetivo de chamar sua atenção para a necessidade de construir uma presença online além do seu próprio site.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *